28ago
2017
0

O que fazer para ajudar o leite descer após o parto?

Durante a gravidez, muitas mudanças acontecem no corpo da mulher, antes mesmo de aparecer aquela barriguinha tão esperada, o organismo está a todo vapor trabalhando para o desenvolvimento do bebê.

Inicialmente, é possível perceber que os seios aumentam, ficam sensíveis com as auréolas maiores e mais escuras. Essas transformações acontecem, não só para confirmar a gravidez, mas também para garantir que a mamãe possa amamentar seu bebê logo que ele nascer.

Sendo cesária ou parto normal, toda mãe pode amamentar. Ter calma e paciência são de extrema importância para esse momento. Muitas dúvidas podem surgir, como se o leite é fraco, se será suficiente, pense que a natureza é perfeita e se você manter a calma e evitar qualquer tipo de tensão ou estresse você vai ter muito leite para alimentar seu bebê.

Colostro

O colostro é o primeiro leite que a mamãe produz para alimentar seu bebê nos primeiros dias, tem a quantidade ideal para alimentar o bebê além de ser muito rico em anticorpos que o recém-nascido precisa nos primeiros dias de vida.

Leite Materno

Depois do colostro, quando o leite materno realmente desce, no início da mamada o leite tem a função de saciar a sede do bebê em seguida desce o leite mais gorduroso rico em vitaminas e nutrientes, o que sustenta o bebê de fato. Por isso, é aconselhado oferecer um peito para cada mamada, assim o bebê absorve do início ao fim da mamada sua refeição completa. O organismo da mãe é ajustado de acordo com a demanda de seu bebê.

Nos primeiros dias, para algumas mães, é natural sentir necessidade de fazer algo que ajude o leite a descer, pois é tudo novo para o organismo. É normal pensar que o leite não está sendo suficiente para o bebê ou que o leite está demorando descer com abundância como gostaria, calma, não fique desesperada porque o leite vai descer.

Algumas dicas que podem ajudar o leite a descer

  • Fazer massagem nos seios em sentido espiral. Utilize as pontas dos dedos e inicie de cima do seio, seguindo em direção ao bico do peito. Esse exercício ajuda a “soltar o leite” acumulado nas glândulas mamárias facilitando a mamada do bebê.
  • Um acessório facilitador para descida do leite, é a bomba de tirar leite, pode-se encontrar em farmácias. Apesar de eu nunca ter utilizado, sempre ouvi relatos de mães que utilizaram e que foi a solução para este momento. Instrua-se bem como utiliza-lo para que não se machuque.
  • Deixar cair água quente do chuveiro sobre os seios também pode ser uma grande ajuda.
  • A concha de plástico é outro acessório indicado, além de ajudar a formar o bico do seio, também ajuda na descida do leite. Mas atenção, é aconselhado utilizar a concha de tampa rígida e não a de silicone mole. Pois as conchas de silicone podem juntar fungos e ser prejudicial para o bebê provocando o famoso “sapinho“.

Vale ressaltar que a sucção é o maior estímulo para a produção de leite, quanto mais o bebê suga, mais leite a mãe produz. Por isso é importante amamentar sempre que o bebê demandar. Vale lembrar que nem todo choro do bebê significa fome, ele chora quando quer aconchego ou quando sente algum desconforto. Não deixe que idéias falsas atrapalhem na amamentação, siga seu instinto de mãe.

O leite materno é um alimento completo. Isso significa que até os 6 meses o bebê não precisa de nenhum outro alimento (água, suco, chá, outro leite, etc.). Só a partir dos 6 meses, deve ser complementado com outros alimentos e é recomendado continuar amamentando até 2 anos.

No Comments

Reply