07jun
2015
0

Descubra quais são os sinais do trabalho de parto

O final da gestação é uma caixinha de surpresas principalmente para nós mamães de primeira viagem, cada dorzinha é motivo de preocupação e nos perguntamos a todo momento: – “Será que é normal sentir isso ?“. E quando o bebê não mexe como de costume? Ficamos numa angustia até sentir aquele chute que nos deixa até sem fôlego.

Mas depois que a gente passa por tudo, conseguimos entender que, o bebê não vai se mexer tanto porque já está grande e sem espaço dentro da barriga, que aquelas dores eram simplesmente pequenas contrações ou uma posição do bebê dentro da barriga. Temos apenas que nos atentar com os sinais do trabalho de parto para sabermos o momento certo de falar com o médico e/ou para ir a maternidade.

 Contrações

As contrações de treinamento chamadas de Braxton Hicks, podem surgir por volta de 20 semanas de gestação, a barriga fica momentaneamente dura por menos de 60 segundos, podem acontecer de três a quarto vezes ao dia, não são ritmadas e são irregulares. É possível também, sentir um desconforto na região pélvica.

Quando está próximo ao trabalho de parto, as contrações se tornam regulares, ritmadas e se intensificam em pouco tempo, a barriga endurece por mais de 60 segundos num intervalo de vinte minutos ou menos.

A partir de 28 semanas de gestação eu comecei sentir leves contrações, a barriga ficava dura por quase um minuto e logo voltava ao normal, isso não acontecia todos os dias, também sentia uma dor parecida com uma cólica menstrual. Esses sintomas se intensificaram e ficaram mais dolorosos a partir de 35 semanas de gestação, as contrações aconteciam todos os dias num intervalo menor de tempo com duração maior. Quando minha barriga endurecia, ela ficava em formatos diferentes, dava a impressão que ficava meio quadrada ou triangular.

Tampão mucoso

O tampão mucoso é uma camada gelatinosa localizada no colo útero com a função de barrar e proteger de agentes enfecciosos. No final da gestação o colo do útero fica mais fino, começa a dilatar e o bebê começa a descer, parte desse tampão mucoso pode sair e este é um sinal que o trabalho de parto está muito próximo. Mas calma, não precisa se apavorar, isso não indica que o bebê já vai nascer, é apenas um sinal.

O tampão mucoso tem a consistência parecida com a clara de ovo, pode ser amarelada, marrom, transparente ou com fios de sangue, mas isso não indica que o bebê corre riscos.

Quando saiu o meu tampão mucoso, eu fiquei muito apreensiva, imaginava que dentro de um ou dois dias seria o limite para a bolsa estourar e eu ganhar meu bebê. Liguei imediatamente para meu atencioso obstetra e ele me acalmou dizendo que era normal e pediu para eu ficar atenta aos demais sinais de trabalho de parto. No final das contas, meu parto foi cesária e aconteceu duas semanas depois que o tampão saiu.

Dilatação

A dilatação pode variar de mulher para mulher, inicia-se o trabalho de parto quando o colo do útero alcança dez centímetros de dilatação.

Com 37 semanas eu senti contrações mais intensas e resolvi ir ao médico verificar se estava tudo bem. Fiz ultrassom e o famoso exame de toque que não é nada agradável, o medico introduz dois dedos para tocar no colo do útero e avalia a medida da dilatação.

Eu estava com dois centímetros de dilatação, imaginei que a dilatação seria progressiva e que teria o bebê naquela semana. Mas permaneci com dois centimetros de dilatação por mais duas semanas, sem aumentar. Não tive mais dilatação até o dia da cesária.

Bolsa rompeu

Como o bebê fica no útero da mãe protegido por uma membrana cheia de líquido aminiótico, é comum romper-se no final da gestação. Não é preciso estar tendo contrações para a bolsa romper e este ato normalmente não dói, o líquido passa pelo colo do útero e sai pela vagina.

É natural a bolsa estourar sem que a mãe perceba. Em alguns casos, pode acontecer da mulher ter a sensação de estar fazendo xixi na calça e não conseguir segurar, por mais que se tente muito, não há dúvidas que a bolsa estourou.

Há casos em que a bolsa estoura, mas não sai muito líquido e a mãe fica na dúvida se realmente estourou.  Isso acontece quando a cabeça do bebê tampa o local onde houve a rumptura da membrana e a mãe não percebe de imediato que a bolsa se rompeu. Para tirar a dúvida, é aconselhado deitar-se de lado e tossir, se sair liquido é um sinal que a bolsa se rompeu e deve-se entrar em contato com o obstetra e a maternidade.

Apesar do meu parto ter sido cesária, afirmo que no final da minha gestação, estava muito atenta aos sinais de trabalho de parto normal.

Espero que essas dicas a ajude no final da sua gestação ! Desejo que tenha uma ótima hora e um momento inesquecível de muita alegria!

No Comments

Reply